Sistema de Gestão de Qualidade

A Escola Internacional de Torres Vedras possui um Sistema de Gestão da Qualidade implementado desde 19 de Julho de 2007. Inicialmente acreditado pela EIC – Empresa Internacional de Certificação e posteriormente certificada pela DAS Portugal – Certificação dos Sistemas de Gestão, cumpre os requisitos especificados na norma NP EN ISSO 9001 (2008) para as Atividades do Ensino da Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º, 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico e Secundário, bem como para todos os Serviços de Suporte (Serviços administrativos; Serviços de Transportes; Restauração; Loja e Discovery Clubs)

A norma implementada, descreve os requisitos a cumprir pelo Sistema de Gestão da Qualidade, Responsabilidade da Gestão, Gestão de Recursos, Realização do Produto e Medição, Análise e Melhoria.

Concluído e interiorizado este processo, a Eitv optou, a partir de 19 de Junho de 2016, por criar uma Direção de qualidade, onde 2 Diretores respondem, a tempo inteiro, pela manutenção dos sistemas de qualidade: Direção de qualidade a nível de Instalações e Equipamentos e Direção de qualidade para a componente Pedagógica.

A EITV desenvolve assim anualmente o seu Programa de melhoria e ao implementar e manter o Sistema de Gestão de Qualidade, assume o compromisso de melhoria continua por forma a otimizar, os recursos existentes para:

– Proporcionar uma melhor educação, com sentido Ético, Inovação, Tecnologia e Valores, cumprindo todos os preceitos legais e regulamentares aplicáveis e outros que a EITV defina nas suas Normas e Regulamentos Internos;

– Implementar formas adequadas de monitorização dos processos, indicadores de qualidade e satisfação, detetando falhas e procurando constituir o ambiente que melhor possa contribuir para o crescimento e o bem-estar pessoal e social da comunidade educativa;

– A EITV assume o compromisso de procurar superar as necessidades e expetativas dos seus alunos, com atividades educativas de elevada qualidade, assegurando o rigor a ética e o profissionalismo dos seus colaboradores, a valorização dos seus recursos humanos, a obtenção de elevados valores de bem-estar no trabalho, a promoção de um justo equilíbrio entre a vida profissional, familiar e social, e a progressiva redução dos impactes ambientais relacionados com a sua atividade.